Sanjo made in China?


Embora já não sejam do meu tempo, aprendi desde miúdo a olhar as sapatilhas Sanjo com respeito e admiração. Em grande parte devido à caixa de ténis brancos ainda por estrear que um dia encontrei no sótão dos meus avós. Foi por isso com grande entusiasmo que recebi a notícia de que as sapatilhas Sanjo iam voltar a ser comercializadas. Só que o entusiasmo deu lugar à desilusão quando percebi que estas novas sapatilhas são fabricadas, não em São João da Madeira, mas na China (!). A justificação oficial é que não existe em Portugal maquinaria adequada para produzir este tipo de calçado. Um argumento muito difícil de engolir, sabendo que as Sanjo originais começaram a ser produzidas na década de 40 e que Portugal é ainda um dos maiores exportadores europeus de calçado (as sapatilhas anarquistas mais conhecidas do mundo são produzidas em Felgueiras, por exemplo). Por muito que me custe, a solução é o boicote: não comprarei umas Sanjo enquanto não forem produzidas em Portugal.

19 comentários:

  1. Nacionalista, e com raízes sanjoanenes, só posso aderir ao boicote. Abraço!

    ResponderEliminar
  2. Quando se pensa que grandes marcas de vestuário mandam fabricar, ao preço da chuva, no Império do Meio!
    A perda da referência histórica a esse São João Nortenho dilui-se numa longa história de Martírio dos Missionários enviados a essas paragens.

    Abraço, Meu Caro Miguel

    ResponderEliminar
  3. Caro Marcos,
    Numa época em que se lançam movimentos por tudo e por nada, vinha mesmo a calhar uma vaga de fundo pelas Sanjo made in Portugal. Abraço!

    Caro Paulo,
    É triste que a Europa sirva cada vez mais de distribuidor. E é uma estratégia suicida, já que é apenas uma questão de tempo até se eliminarem esses intermediários. Abraço.

    ResponderEliminar
  4. Maria João24/08/11, 11:43

    Curiosamente, na página das "sapatilhas anarquistas mais conhecidas do mundo", mencionam que a produção foi mudada de Portugal para o Paquistão...

    ResponderEliminar
  5. Eu sou de uma geração em que usar sapatilhas Sanjo e calças de ganga Lois era “cool” e suficiente para que a nossa presença fosse notada pelo “mulherio”.
    Esta semana fiz anos e a minha esposa ofereceu-me umas sapatilhas Sanjo azulinhas. Que maravilha!
    Eu preferia branquinhas ou vermelhinhas (cor do Benfica) mas azulinhas também não está mal.
    Após um breve momento de felicidade, surge a desilusão. As sapatilhas Sanjo símbolo de varias gerações, tão Portuguesas como o vinho do Porto o arroz de cabidela e o pastel de nata são afinal feitas na China.
    Embora eu não seja um patriota fanático como as pessoas da extrema-direita, também não sou completamente desprovido de patriotismo como as pessoas da esquerda.
    Eu até aceito que as imagens da Senhora de Fátima e o galo de Barcelos sejam feitas na China mas custa-me aceitar a desculpa da empresa proprietária da marca Sanjo de que em Portugal já não há fábricas com a tecnologia necessária para fabricar as sapatilhas Sanjo.
    Pior que esta desculpa, só mesmo o Sr. Belmiro começar a importar Vinho do Porto feito na Califórnia porque segundo ele os produtores Portugueses não estão organizados e não têm capacidade de produção.
    Eu só não disse á minha esposa para devolver as sapatilhas á loja, porque sei que ela só me quis agradar e eu sou um “Gentleman”. Mas ainda não tive coragem para as calçar de tão grande que foi a minha desilusão.
    É por estas e por outras que eu pertencia a uma geração desenrascada mas que agora também está á rasca. Por amor de Deus meus senhores não havia necessidade!
    Um bem-haja para todos.
    José Machado

    ResponderEliminar
  6. Pois é... já conhecia a Sanjo desde que era uma criancinha. As minhas tias quando eram adolescentes chegaram a usar uns modelitos muito cool. Fiquei bastante contente quando as vi a serem divulgadas há uns dias atrás num programa da Tv e por saber que se tratava de uma marca portuguesa despertou-me a atenção.Consegui um modelo rosa bastante feminino e em promoção.Fiquei toda contente!!!! A encomenda chegou passado dois dias e na etiqueta vejo "Made In China".Que grande desilusão!!!! Não existem cá maquinas adequadas? Poupem-me!!!. São João da Madeira é uma cidade forte na Industria do Calçado!!!!!!!!!E de certeza que existe alguma empresa no país capaz de produzir esta marca com MUITA qualidade.É por isto que Portugal não anda para a frente! E que como muitos e já foi referido aqui, pertenço a uma geração a rasca!!!!!

    ResponderEliminar
  7. eu tambem comprei umas e foi tao grande a desilusao que ate as dou... nao tem nada a ver ...conforto, pano...nao brinquem com as pessoas !!!!!!nao terao sucesso !!!!!

    ResponderEliminar
  8. mandei vir umas pelos correios ....nadinha igual, o pé nem se consegue ter la dentro....esta marca nao merecia isto !!!!!!!!!nao aconselho.....

    ResponderEliminar
  9. Tiago Cardoso03/09/12, 14:20

    É: por um lado, é bom que as Sanjo tenham «ressuscitado», uma boa notícia de uma das poucas indústrias que em Portugal não estão em crise; por outro lado, é triste que sejam feitas na China! :(
    E o pior é que quem fica a encher os bolsos de dinheiro sejam os novos proprietários da Sanjo e as autoridades chineses, e os trabalhadores portugueses (que novos bons postos de trabalho seriam feitos em Portugal!) e chineses (conhecendo a China como eu conheço a nível de direitos dos trabalhadores e a sua segurança no trabalho [basta ver as minas, por exemplo], infelizmente não acredito em benefícios dados pelos seus patrões aos trabalhadores que fabricam Sanjo - provavelmente recebem um salário miserável!) é que são os grandes prejudicados! >:(
    Bom, mesmo assim talvez arrisque a só comprar um único, apesar de uns avisos de comentários anteriores; mas ainda vou pensar um pouco. :\

    ResponderEliminar
  10. Pedro Dias28/01/13, 15:28

    Realmente, foi preciso ver estes comentários para me esclarecer o porquê das minhas sapatilhas passado um mês as ter comprado começaram a descolar-se na sola.
    Nem me passou pela cabeça ir ver o "made in..." na convicção de serem produzidas aqui Portugal.

    ResponderEliminar
  11. Isto é claramente um exemplo do porquê da Europa estar a empobrecer a passos largos. Enquanto não se fizer boicote a este tipo de produtos, não se muda nada.

    ResponderEliminar
  12. Pois. Tambem fui um fã das sanjo. Agora não sou enquanto forem produzidas da China. Boicote total

    ResponderEliminar
  13. boas,
    comprei umas sanjo a 3 semanas e quando o fiz nunca me passou pela cabeça que nao fossem portuguesas
    lindas e com muito bom aspecto.
    hoje reparei que se estão a desfazer. verifiquei as com mais atenção e dizem MADE IN CHINA, fiquei FULO, e nem foi pelos 64 eróis que dei por elas, mas por ser mais uma chinesice e ainda por cima de fraca qualidade. nã,,, nunca mais.
    sempre a procura do lucro fácil e esquecem-se de quem cá anda

    ResponderEliminar
  14. Por 60 euros prefiro camport. 100% português e qualidade superior. Aos chineses boicote total

    ResponderEliminar
  15. Boa tarde
    Foi esta semana a fabrica da Sanjo em Portugal e neste momento e a única fabrica de vulcanização em toda a europa,e já são fabricadas em Portugal.

    ResponderEliminar
  16. http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=372841&tm=6&layout=122&visual=61

    ResponderEliminar
  17. Afinal os tênis Sanjo são made in China ou já são feitos em Portugal porque merda chinesa não obrigado

    ResponderEliminar
  18. Os meus últimos 4 pares de Sanjo são Made In Portugal e eram uma MERDA, descolaram passado 1 semana! E é por culpa de estúpidos como vocês que a marca voltou a produzir em Portugal e agora está a ir ao charco novamente por falta de qualidade! As melhores que tive eram feitas na Indonesia e essas sim, apesar de ainda não estarem perfeitas, tinham boa qualidade.

    ResponderEliminar
  19. A Sanjo está de volta com imagem renovada, produção 100% realizada em Portugal e uma nova loja online em www.sanjo.pt !

    ResponderEliminar