Caldo de Cultura (VI)


Mais um desafio, quem levou que livro? Mas desta vez com prémio. Quem será o nosso próximo conviva?

20 comentários:

  1. E ainda dizem que não há almoços grátis! É de arriscar, não só porque a vida não está fácil, mas também porque o desafio, desta feita, até é bastante acessível...

    ResponderEliminar
  2. desta vez... é difícil à brava.
    não facilitam :)

    ResponderEliminar
  3. Difícil? Ora essa. Basta um pouco de atenção ao que vamos publicando por aqui para saber quem levou o quê.

    ResponderEliminar
  4. Arriscar na sorte...
    Duarte Branquinho - Alla festa della Rivoluzione
    João Marchante - Relance da alma Japoneza
    Marcos Pinho de Escobar - Simbolismo e Ideário Político
    Miguel Vaz - Morte em pleno Verão
    Paulo Cunha Porto - Contes Normands et Parisiens

    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Caramba. Bravo! Posso adiantar que o Caro Leitor Gonçalo Ramos Ferreira acertou no meu, e em mais dois...

    ResponderEliminar
  6. Lamento, Caro Leitor lcs, mas não...

    ResponderEliminar
  7. Duarte Branquinho - Alla Festa della Rivoluzione
    João Marchante - Relance da Alma Japoneza
    Marcos Pinho de Escobar - Contes Normands et Parisiens
    Paulo Cunha Porto - Simbolismo e Ideário Político
    Miguel Vaz - Morte em Pleno Verão

    ResponderEliminar
  8. Também interessante seria acertar em quem é que bebeu cerveja a acompanhar um cozido, desprezando um bom tinto! Tenho o meu palpite mas não digo... :-)

    ResponderEliminar
  9. Parabéns Mauro.

    Por favor envie uma mensagem para penaeespada@gmail.com para combinarmos o almoço.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  10. Incrível! O Mauro Cappelari não está para brincadeiras...na mosca!
    Parabéns, um abraço e até para a semana!

    ResponderEliminar
  11. Caro atrida,

    Esse desafio é demasiado fácil. Quanto muito dava para uma mousse de chocolate, e mesmo assim...

    Já o Mauro Cappelari voltou a surpreender-me com o seu palpite certeiro. Para a semana lá teremos que voltar a aumentar o nível de dificuldade.

    ResponderEliminar
  12. Caro Mauro Cappelari:
    Bravo! Desta vez não me apanha de surpresa, pois os seus anteriores tiros certeiros já me tinham posto de alerta para um concorrente de peso. Parabéns!

    ResponderEliminar
  13. Caríssimo Átrida:
    Esse comentário é brutal! Mas nós deixamos o mais jovem dos Jovens ter essas liberdades juvenis...
    Já agora, aproveito para te dizer que tenho pena que não tenhas concorrido - e já tinhas mostrado ter um faro danado -, porque tenho saudades de me sentar à mesa contigo.
    Abraço!

    ResponderEliminar
  14. Caro Duarte Branquinho

    Embora tivesse muitíssimo gosto em confraternizar com tão ilustres comensais, sou forçado a declinar o honroso convite que me é feito, pela prosaica razão de que exerço a minha actividade profissional a 150 km de Lisboa, na zona de Leiria, sendo assim impossível deslocar-me à capital, em dia útil, à hora de almoço. Sem prejuízo, aqui fica o meu agradecimento pela atenção.

    ResponderEliminar
  15. Caro João, vou passando por aqui de vez em quando porque actualmente não tenho tempo livre para muito mais, daí não ter alvitrado sobre os livros que levaram. Quando as coisas acalmarem terei todo o gosto em participar na tertúlia como verdadeiro representante do Restelo. :-)
    Abraços a todos.

    ResponderEliminar
  16. Caro Átrida:
    Contamos contigo, para comentar, alvitrar, acertar, almoçar e tudo!
    Abraço!

    ResponderEliminar
  17. Caro Mauro,

    O convite continua de pé, claro.
    Na próxima vinda a Lisboa, há uma paragem obrigatória no nosso almoço.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  18. Caro Duarte, agradeço a atenção e fica aceite o convite nesses termos.

    ResponderEliminar